Poder do voto

8 Jul 2016

Poder do voto – A TARDE, edição de 08/07/2016

 

A escassez de líderes, os poderes constituídos fragilizados e a falta de maiores investimentos na educação são os principais fatores que contribuíram para a banalização dos valores morais, o que tem provocado também o crescimento da violência e impunidade no país. O Brasil carece de líderes políticos hábeis, sábios e com idéias e ideais que visem os interesses coletivos. O que vem ocorrendo com a humanidade nestas últimas décadas é inexplicável, devido ao elevado grau de insensatez, falta de amor, solidariedade e respeito a si mesmo. Quem quer respeito se respeita, e ninguém respeita mais ninguém. Essa insensibilidade vem se refletindo nos lares familiares e nos meios profissionais, e a sociedade não reage aos desmandos praticados contra a coisa pública. As pessoas estão com medo de tudo, de falar, de discordar e de sair de casa por causa da violência.Precisamos valorizar e acreditar no poder do voto conquistado em 1988 e acreditar, sim, que valeram a pena as lutas dos companheiros durante o regime militar. Eleitores, vamos todos salvar o Brasil das garras dos malfeitores e da banalização dos valores morais? Querer é poder! ALDERICO SENA, ALDERICOSENA@HOTMAIL.COM

Please reload

Alderico Sena

Bahia Noticias - Publicado

Segunda , 18 de Abril de 2016 - 08:08


comentou em: Câmara aprova envio de processo de impeachment de Dilma ao Senado

 

Como cidadão brasileiro, cumpridor dos meus deveres cívicos para com o meu país, fosse bem representado por um Congresso Nacional composto de uma maioria de deputados federais livre e de bons costumes, concordaria com a votação da aprovação do afastamento da Presidente. Infelizmente política virou balcão de negócios. Os interesses pessoais e de grupos estão prevalecendo, em detrimento aos interesses coletivos e do Brasil. Precisamos pensar no destino do Brasil e das futuras gerações. Esperamos que o Senadores façam prevalecer a ética, isenção e a imparcialidade para a ORDEM E PROGRESSO DO BRASIL. De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto. Rui Barbosa
Eleitor em outubro teremos eleição para vereador e Prefeito vamos avaliar o caráter e as referências dos candidatos para melhorar o perfil dos representantes da sociedade. É hora de ação e não de omissão! 

Arquivos Recentes
Please reload

Arquivos
Please reload

Siga minha Página abaixo: