A TARDE – Salvador, DOMINGO, 03/07/2005


       ALDERICO SENA AGRADECE   


    Agora que sou mais um aposentado, após ter contribuído com as minhas obrigações com a Previdência Social, agradeço de publico aos meus pais, Aurelina Alves e Eurico Senna, pelos princípios éticos e morais a mim repassados e aos meus mestres os quais tive o privilégio de conviver e ser um aprendiz do comprometimento com o trabalho, às instituições onde prestei gratificantes serviços, como: FIEBA – Antônio Loureiro Cajazeira de Souza, Jaime Villas Boas Filho, Nelson Tabuada e Olivia Rosa; CONSTRUTORA ODEBRECHT – Norberto Odebrecht, Benedito Luz, Roberto Campos e Maria Helena; UFBA – Augusto Mascarenhas, Armênio C. Guimarães, Rodrigo Argolo Ferrão, Ivan Maia Fachinetti, Jorge Hage, Joaquim C. de Passos, Margarida C. Batista e Augusto Santana; CARAIBA METAIS Jaguarari, Dr. Regis e Antônio Carlos; EPABA/EBDA José Olino e Haroldo Murilo P. Cunha; GOES COHABITA-Jairo Simões e Joaci Góes; SECNEB – Mestre Didi e Juana Élber, INAMPS – Francisco Ariani e Luiz Leal; ASSEMBLEIA ESTADUAL CONSTITUINTE 89 – Coriolano Sales e Sebastião Castro; HOSPITAL SÃO JORGE – Aldely R. Dias; ASSEMBLEIA LEGISLATIVA – Deputado Estadual Zezito Pena; OCEB/SESCOOP – Orlando Colavolpe e Ildegardo Rosa. Nesta segunda fase da minha vida, com a proteção de DEUS, tenho o sonho de contribuir com a minha experiência para as questões sociais do meu País e poder um dia perceber que “Combati o bom combate, completei a carreira e guardei a fé”. Terei assim devolvido à sociedade aquilo que me proporcionou escola pública de qualidade e tantos outros benefícios, hoje indisponíveis para os jovens. É que, as lideranças do Brasil de hoje, aprendam a servir ao próximo e não se servir do próximo. 

ALDERICO SENA