O que é ser ético na sociedade

Ética é um conjunto de valores morais e princípios que norteiam a conduta humana na sociedade. A ética serve para que haja um equilíbrio e bom funcionamento social, possibilitando que ninguém saia prejudicado.

As atitudes dos dirigentes da Petrobras, empresários e políticos envolvidos no Lava Jato e dos dois funcionários da Prefeitura Municipal do Salvador, uma da Saúde que desviou R$ 5 milhões e o outro do Fundo Municipal de Assistência Social que também desviou mais de 100 mil reais destinados à família de desabrigadas, é uma má conduta.

A forma de agir em sociedade determina o comportamento do indivíduo como ético ou antiético. Ser ético ou ter um comportamento ético refere-se a um modo exemplar de viver baseado em valores morais. É o comportamento definido socialmente como bom.

A ética e cidadania estão relacionadas com as atitudes dos indivíduos e a forma como estes interagem uns com os outros na sociedade. Ética é o nome dado ao ramo da filosofia dedicado aos assuntos morais. A palavra ética é derivada do grego e significa aquilo que pertence ao caráter. Cidadania significa o conjunto de direitos e deveres pelo qual o cidadão, o indivíduo, está sujeito no seu relacionamento com a sociedade em que vive.

Um dos pressupostos da cidadania é a nacionalidade, pois desta forma ele pode cumprir os seus direitos políticos. No Brasil os direitos políticos são orquestrados pela Constituição Federal. O conceito de cidadania tem se tornado mais amplo com o passar do tempo, porque está sempre em construção, já que cada vez mais a cidadania diz respeito a um conjunto de parâmetros sociais.

A cidadania pode ser dividida em duas categorias: cidadania formal e substantiva. A cidadania formal é referente à nacionalidade de um indivíduo e ao fato de pertencer a uma determinada nação.

A cidadania substantiva é de um caráter mais amplo, estando relacionada com direitos sociais, políticos e civis.

A ética e a moral têm uma grande influência na cidadania, pois dizem respeito à conduta do ser humano. Um país com fortes bases éticas e morais apresenta uma forte cidadania. Ética é uma das questões mais importantes no contexto de nossa sociedade, tanto da esfera pública, quanto de nossas vidas privadas. Somos éticos quando refletimos sobre o que fazemos, quando medimos e qualificamos nossas ações levando em conta o que somos e podemos ser, com base no reconhecimento do outro, seja ele nosso próximo, a sociedade ou até mesmo o planeta. Sem a ética não sabemos nos situar em nenhuma esfera de nossas vidas. Sem a ética nos tornamos alienados, ou seja, figuras desconectadas de uma reflexão sobre o sentido da vida em sociedade.

Mas o que é ética hoje? Como ela vem sendo entendida? O que é ética no mundo do trabalho, na família, no cotidiano, na escola? O que os meios de comunicação têm feito da ética? Ética é, principalmente, a relação que estabelecemos uns com os outros. É o questionamento sobre o sentido da convivência baseada na pergunta “o que estamos fazendo uns com os outros?”. No entanto, falamos de ética como de uma palavra mágica que, pelo simples fato de ser pronunciada, adquire validade concreta. Isso tem dois lados. De um, muitos acreditam que basta “falar” ética para ser ético. De outro, é verdade que a palavra ética tem um poder performativo radical. Quando pronuncio ética, a palavra como que ricocheteia sobre mim exigindo que eu a realize na prática. Isso quer dizer que se alguém fala em ética sem ser ético, uma contradição se escancara.

A ética em nossos dias começa com a reflexão que não pode parar. A reflexão sobre a ética se torna fundamental como modo de pensar e promover a ação nas variadas experiências no mundo da vida levando em conta os problemas culturais de nosso país que vão do analfabetismo generalizado à corrupção. A reflexão sobre a ética permite restilar o sentido do conhecimento e da cultura, dirigindo-nos a uma valorização da educação em termos de formação que transcende o espaço da escola e nos liga novamente ao sentido da vida como um todo, ao espaço que habitamos, à cidade onde vivemos, à sociedade que ajudamos a formar com todas as nossas ações como cidadãos.

O momento é de reflexão, considerando que só poderemos formar uma sociedade de bons costumes ensinando a criança a ser cidadão, desde as primeiras letras. Tudo é uma questão de formação que começa em casa e na escola. Educação!

Alderico Sena – Bacharel em Teologia Sociedade e Política e Especialista em Gestão de Pessoas – www.aldericosena.com – aldericosena@hotmail.com

Arquivos Recentes