Quem Quer Respeito Se Respeita - Publicado: Noticia Livre

Depois do leite derramado com as “declarações do presidente Jair Bolsonaro” é que governadores do Norte Nordeste se unem?

Na edição de 4 de abril de 2013, foi publicado no Noticia Livre artigo de minha autoria “FRENPNOR – FRENTE PARLAMENTAR DO NORTE E NORDESTE” e propôs também a criação da FEGOV – FRENTE DE GOVERNADORES DO NORTE E NORDESTE, conforme transcrevo parte do artigo com propostas aos Parlamentares e Governadores do Norte e Nordeste, face ao desrespeito predominante em pleno Século XXI por alguns “cidadãos do Sul e Sudeste” para com os Nortistas e Nordestinos. Exemplo claro são as “declarações do presidente Jair Bolsonaro”, imagine queridos irmãos Nordestinos e Nortistas como somos desrespeitados.

A falta de unidade e de entendimento dos parlamentares dos 16 (dezesseis) estados que representam as regiões Norte e Nordeste tem levado estas Regiões a um caos social como o problema da seca que predomina há Séculos no Nordeste. Só poderemos superar os desafios e o sofrimento da população, quando Deputados Federais e Senadores se unirem pela defesa dos interesses coletivos destas duas Regiões.

Sena propõe como alternativa para quebrar o paradigma de domínio e controle do PODER E CAPITAL predominante pela oligarquia política do “CAFÉ COM LEITE” é a criação da FRENPNOR – Frente parlamentar do Norte e Nordeste, envolvendo todas as parlamentares com o objetivo de discutirem os problemas comuns e as conseqüentes soluções, principalmente no que concerne à seca, divisão dos royalties, estiagem, saneamento básico, dentre outras questões graves que afligem estas regiões.

A FRENPNOR com 9 (nove) estados do Nordeste e 7 (sete) do Norte, num total de 16, terá de fato e de direito uma representação política forte e respeitada na defesa dos interesses coletivos e assim obterão maiores volumes de recursos para o crescimento e o desenvolvimento das Regiões com o povo, sem fome e sem miséria, evitando assim o aumento do êxodo rural e a redução da violência nas grandes cidades.

Sena disse ainda que pelo fato das Regiões Norte e Nordeste serem uma maioria em termos de voz e voto para as decisões políticas na aprovação do Orçamento, projeto, investimento e de captação de recursos, todos juntos aplicando a cultura cooperativa buscarão as alternativas para combater o problema da seca.

Sena se lembra dos políticos Celso Furtado e Rômulo Almeida, que tinham olhar com a visão do futuro para as Regiões Norte e Nordeste e criou a SUDENE, infelizmente não temos mais cabeças pensantes e líder na política e com a desunião e a cultura individualista de políticos destas Regiões, o que difere da cultura de parlamentares das Regiões Sul, Sudeste e até do Centro Oeste.

Sena argumenta que a dimensão geográfica do Brasil e as riquezas naturais do País estão concentradas nas Regiões Norte e Nordeste, é preciso mudança comportamental e de atitude cultural dos Deputados e Senadores quanto à aplicação da cooperação, ajuda mútua e solidariedade, afim de que o Norte e Nordeste venham conquistar recursos, crescimento e o desenvolvimento regional sustentável dos municípios, sem fome, miséria e desigualdades sociais.

Propomos também a criação da FRENGOVE - Frente de Governadores do Norte e Nordeste, com o objetivo de discutirem os problemas econômicos, culturais, sociais e políticos concernentes as ações executivas das Regiões para buscarem as conseqüentes soluções com PODER maior de força e a cooperação da FRENPNOR – Frente Parlamentar do Norte e Nordeste no Congresso Nacional.

Senhores Deputados Federais e Senadores poderemos sim combater a SECA aplicando a palavra: COOPERAR que, significa agir simultânea ou coletivamente com outros para um mesmo fim, ou seja, trabalhar em comum para o êxito de um mesmo propósito, em prol das Regiões Norte e Nordeste. É a filosofia dos “Três Mosqueteiros – Um por todos, todos por um”.

Neste epilogo, sugerimos que cada cidadão exercite a seguinte frase: Não pergunte o que o seu País pode fazer por você. Pergunte o que você pode fazer por seu País. Assim poderemos garantir o que preceitua o Artigo 3º. da Constituição Federal “constituem objetivos fundamentais da Republica Federativa do Brasil: I – construir uma sociedade livre, justa e solidária; II – garantir o desenvolvimento nacional; III – erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir as desigualdades sociais e regionais; IV – promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação”.

Senhor Presidente Jair Bolsonaro, o povo Nordestino é um povo trabalhador e cumpridor dos seus deveres para com o nosso País e tem muito orgulho de ser Nordestino. Uma retratação pública ao povo seria digna de um cidadão. Quem Quer Respeito Se Respeita.

Alderico Sena – Bacharel em Teologia Sociedade e Política, Ex-Vice-Presidente do PDT de Salvador e Ex-Presidente do Movimento dos Aposentados, Pensionistas e Idosos do PDT – Partido Democrático Trabalhista – www.aldericosena.com

Arquivos Recentes