Alderico Sena, propõe a criação do SESESPOC – Serviço Social do Esporte e Cultura - Noticia Livre

Colunistas DestaquesAlderico Sena - 27 de outubro de 2022

27 de outubro, 2022 Redação

“Fácil é sonhar todas as noites; difícil é lutar por um sonho todos os dias.” Lorena Molinos


No dia 23 de setembro foi realizada audiência pública, promovida pelo IODDEB – Instituto dos Operadores do Direito Desportivo do Estado da Bahia, sob a presidência do Dr. Odilon Góes no Instituto Geográfico e Histórico da Bahia com a participação de entidades representativas, lideranças, Professores e Mestres, visando debaterem a Nova Lei Geral do Esporte (LGE) Nº 1.153/2019, onde procurei cooperar com as seguintes propostas:


  • Esporte é educação e cultura que proporcionam, saúde, segurança, formação, conhecimento e informação, proteção, prazer, alegria, felicidades, dentre outros benefícios a sociedade, principalmente aos jovens e o por que os segmentos desportivo e da cultura não se unem para defenderem e conquistarem o seu próprio S com a criação do SESESPOC – SERVIÇO SOCIAL DE APRENDIZAGEM DO ESPORTE E CULTURA, a exemplo dos demais S (SENAC, SESCOOP, SESC, SESI, SENAT, SENAR, SENAI).

  • Articular com Prefeitos dos Municípios, Governadores de Estados e o MEC, visando defenderem a abertura das unidades de ensino nos finais de semana para que jovens desenvolvam e pratiquem esporte e cultura, proporcionando maior interação e solidariedade entre a juventude e a comunidade como estratégia de não se envolverem com coisas ERRADAS. “Cabeça vazia pede folia.”

Educação, cultura, arte e esporte são investimentos e não despesas. Motivar jovens a criarem gosto pela educação, esporte, arte e cultura são pilares para a descoberta de novos talentos e lideranças o que impediria os jovens se envolverem em ilicitudes.


“O esporte, arte e cultura atualmente são entendidas como política pública – ação para solução de um ou mais problemas da sociedade.


Isso porque, “onde existem programas de apoio ao esporte para crianças e adolescentes observa-se uma queda anual de 30% da criminalidade”, como afirma o coordenador do escritório Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) no Brasil.

A democratização do acesso à prática esportiva possibilita, entre outras vantagens como as citadas acima, o poder de redução da criminalidade.

Principalmente em grupos socialmente excluídos, é possível ver as quedas de índices de drogas e violência.


Há maneiras de levar o esporte para o seu município, incluindo as regiões periféricas, como maneira de distração e ocupação do tempo vago de crianças e adolescentes. Assim, evita-se que fiquem expostas a situações de vulnerabilidade e práticas criminosas.”


A criação do SESESPOC tem por objetivo: Organizar, administrar e executar o ensino de formação profissional, a promoção social dos empregados da área desportiva e da cultura, atletas e familiares, monitoramento das entidades desportiva e da cultura no Brasil. Operacionalizar o monitoramento, a supervisão, a auditoria e o controle em entidades; Assistir as sociedades desportivas e culturais, empregadoras na elaboração e execução de programas de treinamento e na realização de aprendizagem metódica e contínua; Estabelecer e difundir metodologias adequadas à formação profissional e promoção social do empregado de entidades desportivas, do dirigente de entidade, do Atleta e de seus familiares; Exercer a coordenação, supervisão e a realização de programas e de projetos de formação profissional e de gestão em entidade; Colaborar com o poder público em assuntos relacionados à formação profissional e à gestão desportiva, da cultura e outras atividades correlatas; Divulgar a doutrina e a filosofia desportiva e da cultura como forma de desenvolvimento integral das pessoas; Promover e realizar estudos, pesquisas e projetos relacionados ao desenvolvimento humano, ao monitoramento e à promoção social, de acordo com os interesses das sociedades desportiva, cultura e seus integrantes.


A fonte principal de receita do SESESPOC será a contribuição mensal compulsória de X % sobre o montante da remuneração paga pelas entidades desportivas e cultura aos funcionários na GPS – Guia da Previdência Social. Essa contribuição, antes da criação do SESESPOC, está sendo recolhida pelas entidades desportivas e da cultura de todas as modalidades para outros S (Senai, Sesi, Senac, Sesc, Senat, Sest, Senar, Sebrae e SESCOOP) e não são justas as dificuldades financeiras e frustações de crianças e jovens talentosos que interrompem seus sonhos por falta de condições financeiras dos pais e nas dificuldades de obterem investimentos de instituições públicas e privadas.


No Brasil são várias modalidades desportiva, arte e cultura, tais como: Dança, Música, Capoeira, Karatê, Judô, Pugilismo, Atletismo, Basquete, Futebol de campo, Futebol de salão (Futsal), Natação, Tênis, Vôlei, Clubes sociais, Clubes de Futebol, dentre outras atividades culturais e desportivas.


É bom lembrar as entidades representativas e lideranças dos segmentos que a conquista do S SESESPOC do Esporte e Cultura, só acontecerá se houver articulações políticas com PARLAMENTARES no Congresso Nacional comprometidos com o ESPORTE, ARTE E CULTURA para sensibilizarem o futuro Presidente da República da importância e os benefícios de inclusão social que serão proporcionadas as crianças e jovens no País.


Vamos ajudar as crianças e jovens com Educação, Arte e cultura para salvar o Brasil.


“Não venci todas as vezes que lutei, mas perdi todas as vezes que deixei de lutar!” Cecilia Meireles


Alderico Sena – Especialista em Gestão de Pessoas, Membro Fundador e Ex-Superintendente do SESCOOP – Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo do Estado da Bahia – site: www.aldericosena.com