Precisamos de novo rumo para o Brasil, publicado A TARDE

Com o envelhecimento da população, o Brasil precisa aumentar produtividade para impulsionar economia. O Banco Mundial avaliou que, com o envelhecimento da população, o Brasil precisa aumentar a produtividade para impulsionar o crescimento do País.

O próximo Presidente da República eleito precisará de autonomia, liderança e comando para compor a equipedo 1º, 2º e 3º escalão, utilizando como critério, três C’s - Caráter, competência e compromisso para conduzir a coisa pública. Um novo perfil de profissionais para gerir ezelar a coisa pública de forma eficiente, isenção, transparência e imparcialidade se faz necessário para queos Novos Rumos no Brasil seja uma realidade.

A população está envelhecendo e, com isso, a proporção de pessoas em idade ativa está diminuindo. Propomos uma reflexão e um convite ao trabalhador brasileiro, que enfrenta todos os dias os desafios de nosso país e que, assim como nós, está indignado com a baixa qualidade da saúde, da educação, da segurança pública, dentre outros serviços públicos. Nos dias 07 e 28 de outubro, delegamos o rumo de nosso país a uma classe política que há muito tempo esqueceu o verdadeiro significado do serviço público. Propomos ao eleitorque reflita sobre o seu comportamento diante do cenário político nesses últimos anos. Já paramos para pensar sobre o que temos feito para transformar nossa indignação em algo produtivo e transformador? Acreditamos que é preciso reconhecer que esta realidade é responsabilidade de todos nós, seja por nossos atos ou por nossa omissão.

Está na hora de participar da política e fazer parte da mudança que desejamos. Diante do atual cenário desolador na política brasileira, não podemos cometer o equívoco de dar ouvidos às forças radicais e polarizadoras que sempre ganham mais espaço nesses momentos com um discurso baseado no medo. Como a história já demonstrou, o extremismo prospera durante períodos de turbulência política e econômica.

A sociedade quer mais democracia e diálogo entre os três poderes com atitudes e comportamentos da ética, imparcialidade e autonomia pelos que representam a Nação. Partimos de princípios como o compromisso com o serviço público, o respeito ao diálogo, o foco no combate às desigualdades, a busca por soluções concretas para os problemas e o compromisso inegociável com a ética. Nossa visão para o Brasil é a de um país mais simples, humano e sustentável na defesa das riquezas naturais que Deus proporcionou ao Brasil.

Senhores eleitores, compreendemos que além de formular uma nova visão, precisamos também ajudar a implementá-la, acompanhando e fiscalizando as atividades dos eleitos pela vontade popular, afim de construir um Brasil melhor para todos.

ALDERICO SENA – ESPECIALISTA EM GESTÃO DE PESSOAS – ALDERICOSENA@GMAIL.COM

Arquivos Recentes