RESGATAR A FAMÍLIA, A EDUCAÇÃO E O BRASIL, É UM DEVER CÍVICO DE TODOS - NOTICIA LIVRE

Colunistas Destaques – Alderico Sena


RESGATAR A FAMÍLIA, A EDUCAÇÃO E O BRASIL, É UM DEVER CÍVICO DE TODOS - 9 de março, 2022 Redação


“Engraçado, o homem se considera o animal mais inteligente e é o único animal que destrói a natureza”; “Chegará o tempo em que o homem conhecerá o íntimo de um animal e nesse dia todo crime contra um animal será um crime contra a humanidade”.

Quem não preserva a natureza, maltrata e violenta o ser humano e os animais é alguém que não aprendeu os princípios e valores de amar e respeitar o próximo em casa como a si mesmo. Escreveu Madre Tereza de Calcutá. “O importante não é o que se dá, mas o amor com que se dá”.

A postura deseducada, ambiciosa, antiética, corrupta e criminosa do ser humano no campo político, profissional, social e institucional penaliza toda a sociedade, inclusive a família. Tudo que é ilegal, também é imoral. A desestruturação familiar e a falta de investimento em educação pelo governo têm levado cidadãos a agirem de forma desumana, violenta o que tem levado medo e insegurança a cidadania. A segurança está insegura e o povo necessita de paz.

Anísio Teixeira escreveu: “Só existirá democracia no Brasil no dia em que se montar no país a máquina que prepara as democracias. Essa máquina é a da escola pública”, já o Darcy Ribeiro em 1982 escreveu: “A crise da educação no Brasil não é uma crise; é um projeto” e mais “Se os governadores não construírem escolas, em 20 anos faltará dinheiro para construir presídios.” Pura realidade!

Não foi por um acaso que nosso estimado Raul Seixas, cantor, compositor, assim afirmou “Quanto mais conheço a humanidade mais eu amo meus cachorros”. Essa frase do Raul, lembrei de um Seminário Cooperativista em Santa Catarina, onde o Palestrante perguntou aos participantes: “Sabem o porquê o cachorro é o melhor amigo do homem? Como ninguém respondeu, ele disse: “NÃO GOSTA DE DINHEIRO”.

O que se vê recorrente, é que muitos de nós estamos entristecidos com nossa própria espécie, devido a sede de poder, ambição, egoísmo, individualismo, omissão, ignorância e a desonestidade do ser humano e sempre querendo mais em vez de procurar SER mais. Cidadania caráter não tem preço.

A educação esta deseducada em casa e na escola, fatores do crescimento da violência no País com jovens morrendo a cada 17 minutos.

Na eleição de 02 de outubro o eleitor deve exigir dos pretensos candidatos, educação pública de qualidade como escreveu Anísio Teixeira. Governantes tem que considerar Educação como investimento e não como despesas. Lei que resolve muitos problemas LEI-TURA. Povo educado País desenvolvido.

RESGATAR A FAMÍLIA, A EDUCAÇÃO E O BRASIL, É UM DEVER CIVICO DE TODOS OS 216 028 774 MILHÕES DE BRASILEIROS. “TODO O PODER EMANA DO POVO”.

Alderico Sena – Especialista em Gestão de Pessoas e Ex-Assessor do Instituto Anísio Teixeira – aldericosena@gmail.com