top of page

O SISTEMA DA AMBIÇÃO, PODER E CAPITAL É CRUEL Redação - 21 de abril, 2024 Noticia Livre

COLUNISTASDESTAQUES – Alderico Sena


Lei que conquista conhecimento, realiza sonhos, resolve projetos e muitos problemas LEI-TURA!

 

Quando o ELEITOR entender que ambição, poder e capital geram corrupção e violência a sociedade poderá ajudar os destinos do país e as condições de vida da população, basta analisar as principais causas de conflitos entre países é a disputa por algum tipo de recurso natural em detrimento as vidas de crianças, idosos etc. Outro aspecto se um Presidente, Governador e Prefeito não liberar EMENDAS dos parlamentares os projetos de interesse do POVO E DO PAÍS tramitam nas Casas Legislativas?

 

O Brasileiro precisa exercer a sua cidadania, considerando que: “Todo o poder emana do povo” art. 1º da Constituição. A OMISSÃO do povo prejudica milhares de famílias. Leiam a mensagem do Lima Barreto: “O Brasil não tem povo, apenas público. Povo luta por seus direitos, público só assiste de camarote”.

 

Quantos Séculos a população sofre com o domínio, controle e a violência das estratégias políticas do Sistema da ambição, poder e capital, basta ler a mensagem do Bertolt Brecht“O pior analfabeto, é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, não participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato, e do remédio, depende das decisões políticas. O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia política. Não sabe o imbecil, que da sua ignorância nasce à prostituta, o menor abandonado, assaltante e o pior de todos os bandidos que é o político vigarista, pilantra, o corrupto e o espoliador, das empresas nacionais e multinacionais”. 

 

A sociedade precisa parar de reclamar e responder a si mesma, o que deseja e o que não deseja, a partir das próximas eleições nas URNAS e procurar votar em representantes políticos ‘LIVRES E DE BONS COSTUMES”.

 

Fui candidato por três vezes em 88 a (Vereador) com o slogan: Vote no SER e não no TER em 90 a (Deputado Estadual) Slogan:  É hora de Ação e Não de Omissão e em 2016 (Vereador) Slogan: Seja a Mudança. Todas campanhas foram custeadas com recursos próprios e jamais fui apoiado e aceitei acordo com o SISTEMA. Agradeço muito a DEUS por ter preservado os princípios e valores de família. 

 

O Brasil é um País sem líderes, face a educação está deseducada em casa e na escola, principalmente com a FALÊNCIA dos grêmios, diretórios e Movimentos Sociais. Partido e político que represente O POVO não existem já existiu.

A escassez de líderes, a falta de consciência política, maiores investimentos na educação e poderes constituídos fragilizados são os principais fatores que contribuíram para a banalização dos valores morais da sociedade.

 

O cidadão tem em seu PODER A ARMA DE TRANSFORMAÇÃO – TÍTULO ELEITORAL mais não sabe USAR e o pior é que ouvimos de pessoas esclarecidas, dizer: Se já não votava mais em político nenhum, agora é que não vota mesmo depois de tanta corrupção e que todos os políticos são iguais. Discordo, considerando que EDUCAÇÃO VEM DE BERÇO, CARÁTER NÃO TEM PREÇO E NEM TODOS OS POLÍTICOS SÃO IGUAIS. O que falta ao cidadão é saber separar “O JOIO DO TRIGO” e pesquisar a história familiar e profissional do candidato para VOTAR.

 

O QUE A SOCIEDADE PRECISA SABER:

“1. O que é excesso de poder?

O excesso de poder ocorre quando alguém tem mais autoridade, controle ou influência do que é necessário ou saudável.

  1. Quais são os perigos do excesso de poder?

Os perigos do excesso de poder incluem abuso de autoridade, corrupção, falta de responsabilidade e a possibilidade de prejudicar outras pessoas.

  1. Como o excesso de poder pode levar ao abuso de autoridade?

Quando alguém tem muito poder, pode ser tentado a usá-lo de maneira injusta ou opressiva, prejudicando aqueles que estão sob sua autoridade.

  1. O que é corrupção e como o excesso de poder está relacionado a ela?

Corrupção é quando alguém usa seu poder para obter benefícios pessoais ilegais ou injustos. O excesso de poder pode facilitar a corrupção, pois a pessoa com muito poder pode se sentir intocável e agir sem medo das consequências.

  1. Por que a falta de responsabilidade é um perigo do excesso de poder? Quando alguém tem muito poder, pode sentir-se acima das regras e não se sentir obrigado a prestar contas por suas ações. Isso pode levar a decisões irresponsáveis e prejudiciais para os outros.

  2. Como o excesso de poder pode prejudicar outras pessoas?

Quando alguém com muito poder age sem consideração pelos outros, pode tomar decisões que causem danos físicos, emocionais ou financeiros às pessoas afetadas.

  1. Quais são algumas consequências negativas do excesso de poder?

Algumas consequências negativas do excesso de poder incluem desigualdade social, injustiça, opressão e falta de liberdade para as pessoas que estão sob o controle daqueles com muito poder.

  1. Quais são alguns exemplos históricos de abuso de poder?

Alguns exemplos históricos de abuso de poder incluem ditaduras, governantes autoritários e líderes que exploraram seu povo para benefício próprio.

  1. Como podemos evitar o excesso de poder?

Para evitar o excesso de poder, é importante ter um sistema de governo justo e equilibrado, onde haja separação de poderes e mecanismos de prestação de contas para aqueles que detêm autoridade.

  1. O que podemos fazer como indivíduos para combater o excesso de poder?

Como indivíduos, podemos nos educar sobre nossos direitos e responsabilidades, participar ativamente da política e denunciar qualquer abuso ou corrupção que testemunharmos.

  1. Como o excesso de poder pode afetar a democracia?

O excesso de poder pode minar a democracia, pois pode levar à concentração de autoridade em poucas mãos e à falta de representatividade dos interesses da maioria.

  1. Por que é importante ter um equilíbrio de poder?

Ter um equilíbrio de poder é importante para garantir que nenhum indivíduo ou grupo tenha poder absoluto. Isso ajuda a evitar abusos e a proteger os direitos e interesses de todos.

  1. Como o excesso de poder pode afetar as relações pessoais?

O excesso de poder pode afetar as relações pessoais, pois pode criar desequilíbrios de poder e levar a abusos ou exploração dentro dessas relações.

  1. Quais são os sinais de que alguém está abusando do poder?

Alguns sinais de que alguém está abusando do poder incluem tomar decisões sem consultar os outros, agir de forma injusta ou opressiva e não prestar contas por suas ações.

  1. Como podemos promover um equilíbrio saudável de poder na sociedade?

 

Podemos promover um equilíbrio saudável de poder na sociedade através da educação, da participação política, da defesa dos direitos humanos e da criação de mecanismos de prestação de contas para aqueles que detêm autoridade”.

Selecionamos alguns critérios que devem ser levados em conta na hora em que o eleitor deve dar o seu voto para que se sinta representado. 1) A primeira coisa a se fazer é obter o maior número de informações sobre o seu possível candidato. 2) Pesquise o histórico do candidato 3) Busque afinidade de pensamento em termos de valores que você defende. 4) Conheça o partido do candidato, programa e a coligação 5) Conheça quais propostas o candidato defende. 6) Pesquise o registro no TSE/TRE e transparência Brasil a história dos candidatos para conceder o VOTO.

 

NA ELEIÇÃO DE 06 de OUTUBRO PARA PREFEITO E VEREADOR, VOCÊ ELEITOR É QUEM DECIDIRÁ O QUE DESEJA PARA SUA FAMILIA, INCLUSIVE PARA AS FUTURAS GERAÇÕES.

RENOVAR PARA TRANSFORMAR É PRECISO. NADA MUDA SE VOCÊ NÃO MUDAR! SEJA A MUDANÇA E PARE DE RECLAMAR! QUERER É PODER! A CPI DO ELEITOR É O VOTO CONSCIENTE.

 

Alderico Sena – Especialista em Gestão de Pessoas, Coordenador de Pessoal da Assembleia Estadual Constituinte – 1989 e Ex- Assessor Parlamentar do Deputado Estadual Zezito Pena in memoriam – site: www.aldericosena.com

 

Commentaires


bottom of page