Mãe, mulher mãe, ternura eterna imensidão de amor!

Maio, mês em que se comemora o Dia das Mães. Mãe, sempre presente, companheira, conselheira, protetora, dedicada, observadora, cúmplice é a segurança dos filhos e a melhor amiga em qualquer situação. Mãe, presente ou ausente, um eterno tesouro insubstituível. “Deus não pode estar em todos os lugares e por isso fez as mães”.


Nasce uma mãe quando nasce uma criança, sensação que uma mulher experimenta apenas quando traz uma criança ao mundo. Essa experiência faz parte da magia que vem com a maternidade. O amor de mãe se enquadra com à sabedoria da natureza que é sabia e abundante. Ser mãe é assumir de Deus o dom da criação, da doação e do amor incondicional. Um amor mais forte, mais obstinado e mais duradouro que tudo. Somente o amor de mãe por seu filho é diferente de qualquer outra coisa no mundo.


Ser mãe não é como um casamento, afinal não há divórcio entre mãe e filho, é um pacto eterno entre dois seres, é carregar o filho no ventre por nove meses, é senti-lo, esperá-lo.

É um amor maior, não explicável pelos poetas, não conheço nenhuma poesia ou texto que descreva o milagre de ser mãe.


Mãe, termo usado para designar um coração capaz de amar infinitamente, é sentir por dois, sorrir por dois, sofrer por dois, é mudar a sua vida, é dar o melhor de si e ensiná-lo a viver. É aquela que cura com um abraço e que faz sarar com um beijo. Ser mãe é sentir por seu filho um amor incondicional e eterno.


Mãe ternura eterna, imensidão de amor!

Mãe, representas na terra o Rosto Materno da Virgem Maria!

Mãe, és capaz do impossível pelo amor e pela defesa dos teus filhos.

Oh! Mãe das Mães.


Mãe do Senhor e nossa Mãe guarda e abençoa aquela de quem minha carne é carne, aquela cuja vida me deu, aquela cujo seio me concebeu e me plasmou. Ampara-a, protege-a alivia seu sofrimento, ameniza suas preocupações, enxuga seu pranto, confirma sua paz, dilata a sua alegria. Que sua presença possa ser ainda por longos anos uma “sentinela avançada” para as nossas vidas. Se aprouve já ter levado-a para ti, fazei-a descansar nos prados verdejantes dos teus cantos eternos ao teu lado e deixa que o teu olhar proteja e abençoe os filhos saudosos que na terra deixou.

Mãe viva ou morta tu és e serás sempre nobre! Mãe, és para nós um tesouro de amor!

O Brasil é composto de 51,8% de mulheres e parte delas são mães. A outra metade são os filhos delas.


Neste Dia de alta relevância filhos, netos, bisnetos e tataranetos devem com um abraço carinhoso virtual dizer, Mãe amamos muito a Senhora!


DEUS ABENÇOE TODAS AS MÃEZONAS! PARABÉNS!


Alderico Sena – Especialista em Gestão de Pessoas e Master em Autoconhecimento e Desenvolvimento Humano – Avatar Wizard – Star’s Edge International – Orlando/Florida – EUA – www.aldericosena.com


Arquivos Recentes