HOMEM QUE VIOLENTA A MULHER É COVATDE!

Publicação Jornal A TARDE, edição de 05/03/2021


Segunda-feira, 8 de março DIA INTERNACIONAL DA MULHER!


Vejo que a violência contra a mulher cada vez mais crescente tem muito a ver com a desestruturação familiar e educacional, devido aos péssimos exemplos de pais para com os seus filhos. A educação está deseducada em casa e na escola. Indivíduos que praticam esses crimes são desequilibrados e covardes. É preciso medidas mais enérgicas para coibir e intimidar o homem antes de praticar a violência contra a mulher.


Se todo homem tivesse consciência de tudo que uma mulher passa para dar-lhes a vida, jamais a agrediria pois todos nascem de uma mulher. É vergonhoso que o homem pense que masculinidade é força. Masculinidade é apenas um estado sexual. A força está na índole e no caráter do indivíduo.

A violência contra a mulher banalizou de tal forma que a sociedade considera comum e que às vezes por motivação fútil, como ciúmes, alcoolismo, droga, questões financeiras, discordância de decisões com filhos e mau exemplo em família presenciado pelos filhos, são fatores exacerbadores, mas é o machismo e o sentimento de posse que determina a agressão física e verbal contra a mulher e isso o governo tem que coibir com medidas mais rigorosas. A impunidade também alimenta a violência.


Para o homem que violenta a mulher só cabe uma palavra: COVARDE… pois nada, justifica o ato de um “homem” covarde bater, espancar e assassinar uma mulher por causa do fim de um relacionamento ou qualquer outra circunstância. “Quando 1 não quer 2 não brigam”. Minha mãe adorava falar esta frase para os filhos e os meus amigos.

Violência gera violência, negativa e psicológica na família, nos filhos e na comunidade. Valorize a mulher com atitude de parceiro. Eu amo seu jeito, eu amo seu olhar, eu amo seu sorriso, eu amo você! CASAMENTO É LAÇO DE RESPEITO, CONFIANÇA E COMPARTILHAMENTO. QUANDO O AMOR ARRANHAR, A MELHOR ATITUDE: “TCHAU PASSE BEM E A VIDA SEGUE NUMA BOA”.

Segundo dados da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), a população brasileira é composta por 48,2% de homens e 51,8% de mulheres. Defendo que lugar para a mulher combater a violência contra a mulher é na política. A mulher não pode ser minoria nas Casas Legislativas, considerando que todas as decisões são políticas e quem não gosta de política é governado por quem gosta.

Ser mulher é ter a liberdade de escolha, espaço e direito à voz, sem retaliação e violência. Ser mulher é ter dignidade, força, coragem para lutar com vigor na defesa dos seus ideais, família, povo e País melhor para todos. Querer é Poder!

PARABENIZO A TODAS AS MULHERES DO BRASIL!

COMPARTILHEM!


Alderico Sena – Especialista em Gestão de Pessoas e Master em Autoconhecimento e Desenvolvimento Humano – Avatar Wizard – Star’s Edge International – Orlando/Florida – EUA – www.aldericosena.com

Arquivos Recentes