Educação associativa na escola é um instrumento para a formação de novas gerações - Noticia Livre



Colunistas DestaquesAlderico Sena

Educação associativa na escola é um instrumento para a formação de novas gerações

13 de abril, 2022 Redação

“FELIZ AQUELE QUE TRANSFERE O QUE SABE E APRENDE O QUE ENSINA” CORA CORALINA


ELEITOR, não pense em você, pense no Brasil que deseja para as gerações futuras!

Defendo a Educação associativa nas escolas de 1º e 2º graus, como um instrumento para a formação de novas gerações e também à abertura das escolas nos finais de semana para os alunos exercerem atividades na biblioteca, esportes e oficinas. Uma sugestão o governo poderia utilizar os serviços dos policiais da reserva remunerando para cobertura da segurança nas unidades de ensino.


Os futuros governantes e parlamentares eleitos na eleição de outubro, devem ter um COMPROMISSO com a sociedade em priorizar a educação, a cultura e a ciência, a fim de dá suporte aos jovens desenvolverem suas vocações e talentos nas áreas desejadas. “CABEÇA VAZIA PÉ DE FOLIA”.


Só teremos um País melhor com uma juventude, consciente, educada e civilizada com a implantação da educação em tempo integral com a matéria educação associativa, visando adotar aos alunos e futuros profissionais de conhecimentos sobre o cooperativismo com investimentos na capacitação, formação e valorização do Professor. Educação é investimento e não despesa!


Só poderemos formar bons cidadãos ensinando as crianças desde as primeiras letras a serem bons cidadãos, amando e respeitando as pessoas, a natureza e os animais e com os pais proporcionando-lhes, afeto, amor e dignidade. Princípios éticos e valores morais da intercooperação e solidariedade são os Pilares do Cooperativismo, o SER é o que prevalece e não o TER, raiz do crescimento da violência. “O individualismo é que gera o egoísmo, raiz de todos os males”.


Nos anos 50/60/70 tínhamos uma juventude que visava o SER por ter recebido ensinamentos do limite, disciplina, respeito, gentileza, responsabilidade, coerência e zelo com as coisas pública. Após os anos 80 nasceu a geração do TER, sem limite, indisciplinada, desrespeitosa, deseducada e com muitos direitos sem SABER dos seus deveres.


Na Assembleia Estadual Constituinte de 1989, defendemos a aprovação na Constituição do Estado da Bahia, Promulgada em 05 de outubro de 1989 o Artigo 49 do ATO DAS DISPOSIÇÕES TRANSITÓRIAS “Fica criada, a partir do primeiro e segundo graus, matéria sobre educação associativa, visando a adotar os alunos e futuros profissionais de conhecimento sobre cooperativismo, cuja implantação deve ser feita no início do ano letivo, após a promulgação desta Constituição”.


Se passaram 33 (trinta e três anos) e a educação associativa não foi implantada nas escolas para termos uma juventude consciente, fraterna, solidária, responsável e civilizada. A educação associativa contribuirá e muito para COIBIR a injúria e o racismo no País, face alguns dos 7 princípios do Cooperativismo, tais como: 5 – Educação, formação e informação; 6 – Intercooperação- 7 – Compromisso com a comunidade.


Precisamos reavaliar a frase do Mestre Darcy Ribeiro: “A crise da educação no Brasil, não é uma crise; é um projeto”, VERDADE.

O que explica e justificativa a não implantação da educação em tempo integral com a matéria educação associativa nas escolas pelos governantes que foram eleitos e reeleitos nesses 33 anos? Será que os jovens estariam se envolvendo na delinquência, dentre outras coisas erradas. Sociedade, estão matando 1 jovem no país a cada 17 minutos.


A inversão de valores da humanidade, chegou ao limite zero. O ser humano deixou de SER para TER. A sociedade é cruel com ela mesma.


Como nasceu o Cooperativismo para conhecimento de todos:


Tudo começou em 1844 na Cidade de Rochdale Manchester interior da Inglaterra. Sem conseguir o básico para sobreviver 28 Trabalhadores (27 homens e 1 mulher) se uniram e constituíram a 1ª Cooperativa “Sociedade dos”, baseada em valores e princípios morais, consideradas, até hoje, a base da cooperativa. Entre eles a honestidade, a solidariedade, a equidade e a transparência.


NÓS POVO como seres humanos precisamos defender um Brasil melhor com EDUCAÇÃO para as gerações que virão que serão os filhos e netos dos nossos filhos.


O ELEITOR precisa SABER MOSTRAR consciência e responsabilidade nas URNAS na eleição do dia 02 de outubro para reconstruir o País para que seja assegurada as futuras gerações a dignidade humana, a cidadania e a soberania.


A EDUCAÇÃO ASSOCIATIVA tem o PODER de transformar o mundo em um lugar mais justo, feliz, equilibrado e com melhores oportunidades e dignidade para todos. Se todos cooperarem reconstruiremos o BRASIL.


“TODO O PODER EMANA DO POVO”, AMPARADA NA CONSTITUIÇÃO DA REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL. O MOMENTO É DE REFLEXÃO E AÇÃO! QUERER É PODER!


LEI QUE RESOLVE MUITOS PROBLEMAS LEI-TURA – Consulte o site: www.aldericosena.com


Alderico Sena – Especialista em Gestão de Pessoas, Coordenador de Pessoal da Assembleia Estadual Constituinte de 1989, Ex-Superintendente da OCEB – Organização das Cooperativas, Membro Fundador e Superintendente do SESCOOP – Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo do Estado da Bahia, Ex-Membro do Conselho Fiscal da OCEB, Suplente do Conselho Fiscal da FECOOP/SULENE – Federação das Cooperativas do Sudeste e Nordeste e do CNCOOP – confederação Nacional das Cooperativas – aldericosena@gmail.com