top of page

A PRESIDÊNCIA O BRASIL DO FUTURO 2050 PRECISA SER DISCUTIDO - 30 de maio, 2024 Notícia Livre


COLUNISTASDESTAQUES – Alderico Sena

No governo do Presidente Fernando Henrique Cardoso a SAE – Secretaria de Assuntos Estratégicos – Brasília, julho de 1998, foi desenvolvido o PROJETO BRASIL 2020. Esse Projeto foi encaminhado pela Presidência da República a Sociedade Civil Organizada, Pessoa Jurídica Patronal e aos Governos Municipal e Estados para lê a PROPOSTA para posterior discussão e deliberação. O evento foi realizado no Hotel Nacional Brasília DF, onde participei representando a OCEB – Sistema Cooperativo da Bahia.

 

Na conclusão dos trabalhos foi apresentada A PROPOSTA FINAL a SAE – Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República que poderá ser consultada pela sociedade.

Transcrevo a APRESENTAÇÃO DA CARTILHA DA SAE: TEXTO PARA REFLEXÃO SOBRE O BRASIL DO FUTURO BRASIL 2020 “…a hora é de pensar no futuro. De projetar; com a régua e o compasso da democracia, o tipo de país que queremos construir para nossos filhos e netos. É colocar mãos à obra para vencer a distância do sonho à realidade. Fernando Henrique Cardoso.

Os desafios colocados pelo processo de globalização têm motivado inúmeras manifestações sobre os caminhos que se abrem para o País no longo prazo.

O Brasil em 2020: Cenários Exploratórios.

Como será o Brasil no ano de 2020? Seis possíveis cenários, três internos e três externos, foram esboçados pela SAE a partir de estudos e pesquisas, de consultas externas e do resultado de nove oficinas de trabalho envolvendo quase uma centena de especialistas, personalidades e acadêmicos. Tais cenários configuram-se como exploratórios. Limitando-se a descrever trajetórias hipotéticas, no quadro de diferentes políticas governamentais ou até mesmo na ausência delas.

Não se trata de prever o futuro. Cenários não são previsões sobre o que irá acontecer, mas descrições do que poderá acontecer, com base em hipóteses plausíveis. A premissa é de que no futuro não está predeterminado e, portanto, pode ser moldado pelo Estado e pela sociedade. Os cenários exploratórios são marcos de referência para a reflexão coletiva e para a elaboração de um cenário desejado pelo País.

Sua função é desenhar futuros possíveis e cortejá-los com as expectativas e desejos, estimulando discussões, com vistas a um projeto nacional capaz de cobrir a distância que separa “o que somos daquilo que queremos ser.

Cenários discutidos e debatidos:

CENÁRIOS MUNDIAIS; CENÁRIO I – GLOBALIZAÇÃO; CENÁRIO II – INTEGRAÇÃO SELETIVA; CENÁRIO III – FRAGMENTAÇÃO; TRAJETÓRIA MUNDIAL MAIS PROVÁVEL; CENÁRIOS NACIONAIS EXPLORATÓRIOS; CENÁRIO ABATIAPÉ; CENÁRIO BABORÉ E CENÁRIO CAAETÊ E OS PRINCIPAIS INDICADORES EM 2020.

Cenários não são previsões do futuro, mas descrições do que poderá acontecer, a partir do alinhamento de hipóteses plausíveis, com a função de estabelecer marcos de referência para um exercício de reflexão coletiva sobre o destino do País.”

O Brasil precisa ser “PASSADO A LIMPO” fazendo cumprir o artigo 37º (princípios da legalidade, impessoalidade e moralidade” da Constituição Federal.

A velha guarda está indo embora sem renovação. O Brasil não cresce por falta de PROJETOS INOVADORES, governantes, políticos e técnicos cabeças pensantes como no passado a exemplo dos Presidentes Getúlio Vargas, Juscelino Kubitschek, Dr. Romulo Almeida, Paulo Furtado, Oscar Niemeyer, Anísio Teixeira, Darcy Ribeiro, Rui Barbosa, dentre outros que prestaram relevantes serviços ao País. O que se vê na administração pública são “SERVIDÕES SEM CONCURSO PÚBLICO CABIDES DE EMPREGOS” que servem aos políticos e com péssimo serviço à sociedade com CUSTOS altíssimo para os cofres públicos.

Uma simples pergunta ao POVO: Você está satisfeito com as mordomias, privilégios e os altos salários pagos aos servidores dos três Poderes, considerando que está no art. 5º da C.F “todos são iguais perante a Lei”? Você também está satisfeito com o salário mínimo, benefício de aposentadoria e o % de reajuste concedido aos trabalhadores, governantes, políticos e aos magistrados e com o desemprego, fome, miséria, custo de vida, combustível, gás, energia, água, tributos, juros, inflação, moradores de rua, analfabeto, educação deseducada, saúde doente, segurança insegura, violência, crime ambientais, dentre outros desmandos contra o povo e o Brasil?

O homem está destruindo as riquezas naturais que Deus criou para todos, por ambição, poder e capital, exemplo claro foram as tragédias de Mariana, Brumadinho e agora no Rio Grande do Sul, dentre outros crimes ambientais. O governo precisa convocar a sociedade civil organizada para discutir UM PROJETO BRASIL 2050 como ocorreu em 1998 com o PROJETO BRASIL 2020 no governo de Fernando Henrique Cardoso para impor disciplina, limites, responsabilidades e punições mais rigorosas aos ambiciosos, corruptores e corruptos.

É assegurado na Constituição da República Federativa do Brasil, Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos: I – a cidadania II a soberania V, o pluralismo político e o Parágrafo único. “Todo o poder emana do povo.”  

Senhor Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, proponho a Vossa Excelência, solicitar ao Ministério do Planejamento PROJETO BRASIL 2050 PARA DISCUSSÃO ENTRE GOVERNO, SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA E PESSOAS JURÍDICAS PATRONAL EM CARÁTER DE URGÊNCIA PARA DISCUTIR QUAL O TIPO DE PAÍS QUE QUEREMOS DEIXAR PARA NOSSOS FILHOS E NETOS! QUERER É PODER!

 

Alderico Sena – Especialista em Gestão de Pessoas, Coordenador de Pessoal da Assembleia Estadual Constituinte de 1989 e Ex-Membro da Câmara Técnica do IBAMA site: www.aldericosena.com  

 

Comentarios


bottom of page