A Falta de Investimento em Educação Causa Desigualdade Social - Publicado Noticia Livre

A desigualdade social no país é um problema grave que parte da sociedade desconhece. São poucos com muitos e muitos com poucos recursos, ou seja, maior possibilidade de adquirir tudo que deseja, outras, no entanto, não têm a mesma oportunidade que estamos assistindo na mídia. Essa diferença gera desigualdade social. Isso significa dizer que nem todas as pessoas têm acesso à educação e a dignidade, por não terem condições de subsistência.

Os 5 Brasis (Sul, Sudeste, Centro Oeste, Norte e Nordeste) é um espelho perfeito das desigualdades sociais, no qual se vê a injusta distribuição de renda e as condições de vida da população. O Brasil é um dos campeões mundiais em desigualdades sociais, o que é explicado por vários fatores, como: saúde, saneamento básico; habitação; fome, desnutrição e mortalidade infantil; aumento das taxas de desemprego; concentração de terras; evasão escolar; baixo crescimento econômico do país; diferenças na qualificação profissional e nas condições salariais entre brancos e negros; inflação alta e carga tributária que sobretaxa produtos, reduzindo o poder aquisitivo das classes sociais menos favorecidas, as quais sobrevivem de salário mínimo, bolsa família e ajudas.

Outro aspecto marcante da maioria da população brasileira é, que busca viver de renda, como de casas de aluguel e especulação imobiliária e financeira; não é uma população empreendedora, isto é, geradora de renda e de emprego. A concentração de renda agrava a qualidade de vida da população, pois aqueles que recebem menos são obrigados a acumular grandes jornadas de trabalho para manter uma renda que lhes permita a sobrevivência; essa renda não lhes possibilita o acesso à educação e formação, eventos culturais e práticas de lazer, como viagens, visita a museus e teatros, shows e outros eventos. Esse cenário também tem reflexos na qualificação em cursos superiores de graduação e pós-graduação.

A educação é, sem dúvida, um dos caminhos para diminuir as desigualdades socioeconômicas, já que, normalmente, as pessoas com maior nível de escolaridade têm maior renda e, no caso de desemprego, uma recolocação mais rápida no mercado. Outro aspecto do acesso à educação de qualidade é a promoção do conhecimento e do acesso à informação, fatores norteadores para conhecer seus deveres e direitos de cidadãos e lutar por eles. A Falta de Investimento em Educação pelo governo causa Desigualdade Social. Escreveu o educador Darcy Ribeiro “A crise da educação no Brasil não é uma crise é um projeto”

Alderico Sena – Bacharel em Teologia Sociedade Política, Especialista em Gestão de Pessoas e Ex-Assessor do IAT – Instituto Anísio Teixeira – aldericosena@gmail.com

Arquivos Recentes