PODER E CAPITAL GERAM CORRUPÇÃO E VIOLÊNCIA - JORNAL A TARDE

19 Feb 2020

Quando o ser humano entender que poder e capital é que geram corrupção e violência o eleitor ajudará a construir um Brasil melhor para todos. “De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto”. “Quem não luta pelos seus direitos não é digno deles”!  Rui Barbosa

Toda atitude do ser humano é um ato político. “O pior analfabeto, é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, não participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato, e do remédio, depende das decisões política. O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia política. Não sabe o imbecil, que da sua ignorância nasce à prostituta, o menor abandonado, assaltante e o pior de todos os bandidos que é o político vigarista, pilantra, o corrupto e o espoliador, das empresas nacionais e multinacionais”. Bertolt Brecht. Iniciei este artigo com frases de impactos dos Mestres Rui Barbosa e Bertolt Brecht para que o eleitor proceda uma reflexão e decida o que deseja e o que não deseja para uma coletividade, Município, Estado e País, a partir da eleição de outubro de 2020 quando cidadãos eleitores escolherão futuros representantes políticos que conduzirão os destinos dos 5.570 munícipios brasileiro.

A crise moral, política e institucional que assola o País é muito importante para que os eleitores, já nesta eleição, mudem a forma comportamental de escolher os futuros Vereadores e Prefeitos. Temos ouvido de pessoas esclarecidas, dizer: “Se já não votava mais em político nenhum, agora é que não vota mesmo, depois de tanta corrupção; todos os políticos são iguais”. Eleitor defenda a EDUCAÇÃO como Bandeira e investimento para dá o voto na eleição de outubro. Povo educado País desenvolvido.

 

Existe bons políticos sim é só separar “O joio do trigo”. Selecionamos alguns critérios que devem ser levados em conta na hora em que o eleitor deva dar o seu voto para que se sinta representado. 1) A primeira coisa a se fazer é obter o maior número de informações sobre o seu possível candidato. 2) Pesquise o histórico do candidato 3) Busque afinidade de pensamento em termos de valores que você defende. 4) Conheça o partido do candidato, programa e a coligação 5) Conheça quais propostas o candidato defende. 6) Busque as atribuições dos candidatos 7) Observe o registro no TRE os gastos de Campanha. CPI do eleitor é o voto consciente! Seja a mudança!

 

Alderico Sena – Bacharel em Teologia Sociedade e Política, Coordenador de Pessoal da Assembleia Estadual Constituinte 1989 e Especialista em Gestão de Pessoas – aldericosena@gmail.com

 

Please reload

Arquivos Recentes
Please reload