Todo ser humano é um ser político - Noticia Livre

6 May 2019

 

Todo ser humano é um ser político. Assim, a política está presente em todos os lugares e em tudo o que fazemos: nas formas de poder, nas decisões e nos conflitos. Além do mais, o modo como nos organizamos em sociedade define o nosso presente e futuro. A palavra política tem vários significados. Um deles é o ato de governar, de administrar e cuidar das instituições públicas e do Estado. O povo paga impostos e esse dinheiro deve ser aplicado para o bem de todos, como, por exemplo, para a construção de escolas, creches, universidades, hospitais, estradas e casas; ou para contratar policiais para manter a segurança pública, professores para ensinar as crianças e os jovens, e médicos para cuidar da nossa saúde. Enfim, se o nosso dinheiro não for bem empregado, não teremos os bens e serviços que precisamos para viver bem. E quem administra o dinheiro dos nossos impostos são os políticos, pessoas escolhidas pelos eleitores por mais de 30 anos, durante as eleições. A atividade do político é representar de forma digna e honesta os interesses da sociedade, da União, estados e municípios, cumprindo aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, dentre outros requisitos, amparados no Artigo 37 da Constituição Federativa do Brasil. Quando a sociedade julga que seus governantes não estão administrando bem o Estado, ela tem o dever de reclamar, e essa reclamação nós também chamamos de política. Ou seja, fazemos política quando nos interessamos pela forma como são administrados os bens públicos, quando nos organizamos para reivindicar nossos direitos de cidadãos, quando escolhemos os políticos que vão nos representar no governo e quando cobramos deles o cumprimento das promessas que fizeram para se eleger. Todo cidadão tem o direito de denunciar e solicitar qualquer informação as instituições publicas, amparada nas Leis Nº 12618/2012 do Estado da Bahia e a Nº 12.527/2011 Federal – “Art. 1o Esta Lei dispõe sobre os procedimentos a serem observados pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios, com o fim de garantir o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do art. 5o, no inciso II do § 3º do art. 37 e no § 2º do art. 216 da Constituição Federal.” A palavra política pode ser usada também para se referir à organização e administração de qualquer instituição privada, como as empresas, escolas, condomínios, sindicatos, cooperativas, associações, conselhos de classes, etc. Até as famílias têm a sua política própria. E quando você não aceita essas regras, quer mudá-las e tenta fazer uma negociação com seus pais, você também esta exercendo política. A politicagem está ligada à política suja, que inclui compra de votos, esquemas de desvios para beneficiamento próprio e de empresas e as falsas promessas ao povo. É uma política mesquinha, movida pelo desejo do poder e enriquecimento fácil e ilícito. Corrupção é o efeito ou ato de corromper alguém ou algo, com a finalidade de obter vantagens em relação aos outros por meios considerados ilegais ou ilícitos. Corruptor é aquele que suborna ou busca subornar outrem, em função de interesse próprio ou alheio. Honestidade é ser autêntico e coerente; acima de tudo honrar a si e ao próximo. O erro não esta nos políticos corruptos, esta nos eleitores corruptores. Caráter não tem preço! Quem não gosta de política é governado por quem gosta.  O crescimento e o desenvolvimento do Brasil só ocorrerão quando o eleitor brasileiro aprender a votar no ser caráter, história profissional e familiar e não no ter do candidato descomprometido com as causas sociais, municipais, estados e União. “Só há duas opções nesta vida: Se resignar ou se indignar. E eu não vou me resignar nunca” Darcy Ribeiro – Mudar: Dói. Continuar como está: Dói escolha uma das dores e pare de reclamar. Seja a mudança eleitor!

 

Alderico Sena – Bacharel em Teologia, Sociedade e Política, Especialista em Gestão de Pessoas e Cooperativismo e Coordenador de Pessoal da Assembléia Estadual Constituinte-89 – www.aldericosena.com – aldericosena@gmail.com

Please reload

Alderico Sena

Bahia Noticias - Publicado

Segunda , 18 de Abril de 2016 - 08:08


comentou em: Câmara aprova envio de processo de impeachment de Dilma ao Senado

 

Como cidadão brasileiro, cumpridor dos meus deveres cívicos para com o meu país, fosse bem representado por um Congresso Nacional composto de uma maioria de deputados federais livre e de bons costumes, concordaria com a votação da aprovação do afastamento da Presidente. Infelizmente política virou balcão de negócios. Os interesses pessoais e de grupos estão prevalecendo, em detrimento aos interesses coletivos e do Brasil. Precisamos pensar no destino do Brasil e das futuras gerações. Esperamos que o Senadores façam prevalecer a ética, isenção e a imparcialidade para a ORDEM E PROGRESSO DO BRASIL. De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto. Rui Barbosa
Eleitor em outubro teremos eleição para vereador e Prefeito vamos avaliar o caráter e as referências dos candidatos para melhorar o perfil dos representantes da sociedade. É hora de ação e não de omissão! 

Arquivos Recentes
Please reload

Arquivos
Please reload

Siga minha Página abaixo: