Deveres, sim, direitos, nada - Jornal A TARDE

16 Dec 2016

 

 

É nítido que a máquina pública está comprometida. Todo dia, ao vivo e em cores na mídia escrita, falada e televisada trata de reforma, corrupção e de corruptor. Se pararmos para pensar, no final das contas, mesmo que inconscientemente ou por omissões, somos nós que financiamos toda essa corrupção com taxas, contribuições, impostos, dentre outros tributos recolhidos aos cofres públicos. Os corruptos visam o dinheiro público, que em última análise é o seu dinheiro e o meu dinheiro, que disponibilizamos para a manutenção da sociedade. A cada dois reais desviados ou desperdiçados é um litro de leite que está sendo tirado das crianças esfomeadas pelos municípios deste país! Ao longo dos anos fomos vencidos pelo cansaço, nos tornamos um povo apático a tudo isto. Somos pacíficos, mas não precisamos ser omissos como quem mora em condomínio (Condômino) que não participa de Assembléia para preservar e valorizar seu patrimônio. Temos que limpar a administração dos maus políticos e servidores públicos que mancham nossa imagem, afinal carregamos a pecha de sermos uma sociedade corrupta. Acorda sociedade que a Bandeira do governo Temer é: Deveres sim, direitos nada! Povo Unido Jamais Será Vencido! 

Please reload

Alderico Sena

Bahia Noticias - Publicado

Segunda , 18 de Abril de 2016 - 08:08


comentou em: Câmara aprova envio de processo de impeachment de Dilma ao Senado

 

Como cidadão brasileiro, cumpridor dos meus deveres cívicos para com o meu país, fosse bem representado por um Congresso Nacional composto de uma maioria de deputados federais livre e de bons costumes, concordaria com a votação da aprovação do afastamento da Presidente. Infelizmente política virou balcão de negócios. Os interesses pessoais e de grupos estão prevalecendo, em detrimento aos interesses coletivos e do Brasil. Precisamos pensar no destino do Brasil e das futuras gerações. Esperamos que o Senadores façam prevalecer a ética, isenção e a imparcialidade para a ORDEM E PROGRESSO DO BRASIL. De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto. Rui Barbosa
Eleitor em outubro teremos eleição para vereador e Prefeito vamos avaliar o caráter e as referências dos candidatos para melhorar o perfil dos representantes da sociedade. É hora de ação e não de omissão! 

Arquivos Recentes
Please reload

Arquivos
Please reload

Siga minha Página abaixo: