Responsabilidade social é de todos

Publicado Jornal Noticia Livre

A solidariedade entre os seres humanos se inicia na família, onde são fundamentais para a

sobrevivência as relações entre pai e mãe, na função de suprir às necessidades básicas dentro

e fora do lar, e dos filhos, na obediência aos preceitos por eles estabelecidos. Desta maneira,

todos alcançarão uma convivência agradável, podendo comunicar-se com segurança, usufruindo

de seus direitos e cumprindo seus deveres.

Somente pela união é que o ser humano pode remover os grandes obstáculos que se

apresentam em suas jornadas. Sozinho, jamais o carreteiro poderia retirar a grande pedra que

apareceu em seu caminho. Com a ajuda de seus semelhantes, unindo idéias e forças, a estrada

do sucesso estará sempre livre para o ser humano. Juntos seremos fortes, separados seremos

fracos e impotentes para conquistar qualquer direito e a felicidade da cidadania.

Educação é à base de tudo. Solidariedade, palavra que todo ser humano deve saber o seu

significado, desde as primeiras letras na escola. O sol nasceu para todos e o ser humano

precisa aprender a compartilhar e a cooperar com o próximo e o Brasil. Cooperação no contexto

da sociologia e economia é uma relação baseada na solidariedade entre indivíduos ou

organizações, no sentido de alcançar objetivos comuns, utilizando métodos mais ou menos

consensuais. É só exercer a filosofia dos três Mosqueteiros, “UM POR TODOS! TODOS POR

UM!”, visando o bem comum, a natureza e o Brasil.

Responsabilidade social dever do Estado e da sociedade. O problema do Brasil, não é só

econômico é também social. No momento que se investe no social o econômico tende a crescer,

é uma questão lógica.

Na concepção da palavra responsabilidade social é um conceito que faz alusão ao ato das

empresas investirem, numa base voluntária, com o objetivo de contribuir para uma sociedade

mais justa e para um ambiente mais limpo. Isso é que é compromisso com o meio ambiente e

conseqüentemente se aplica a SUSTENTABILIDADE.

As Empresas precisam cooperar mais com o meio ambiente, com a educação, com a cultura,

em especial com o esporte amador para descobertas de jovens talentosos. É só pesquisar as

carências e dificuldades encontradas pelos alunos e atletas brasileiros, quanto à falta de

investimentos pelas Empresas para cumprirem desafios e realizar sonhos em seus ideais e

vocação. O Brasil tem muitos jovens talentosos sem oportunidade de concretizar seus sonhos,

devido à falta de investimento e incentivo de Empresas e Governo. Com pequenas ações,

quebraremos muitos paradigmas, principalmente a retirada de milhares de jovens do mundo das

drogas. Educação não transforma o mundo. Educação muda as pessoas. Pessoas

transformam o mundo”. Paulo Freire.

A melhor maneira de analisar o conceito de responsabilidade empresarial é identificando as

diversas visões existentes, tais como:

A responsabilidade social como atitude e comportamento empresarial ético e responsável: É

dever e compromisso da organização assumir uma postura transparente, responsável e ética em

suas relações com os seus diversos públicos (governo, clientes, fornecedores e a comunidade);

A responsabilidade social como um conjunto de valores: Não incorpora apenas conceitos éticos,

mas uma serie de outros conceitos que lhe proporciona sustentabilidade, como por exemplo,

auto-estima dos funcionários, desenvolvimento social e prazer de cliente na convivência com a

empresa dentre outros requisitos;

A busca da responsabilidade social é vista como uma ação social estratégia que gera retorno

positivo aos negócios, ou seja, os resultados são medidos através do faturamento das vendas e

serviços produzidos, dentro dos objetivos da empresa;

A responsabilidade social como estratégia de marketing institucional, o foco está na melhoria da

imagem institucional da empresa. São os ganhos institucionais da condição de empresa-cidadã

que justificam os investimentos em ações sociais encetadas pela empresa;

A responsabilidade social empresarial é uma velha conhecida de países europeus e dos

Estados Unidos, com a criação de fundos de investimentos formados por ações de empresas

socialmente responsáveis;

No Brasil, o movimento de apoio e cooperação da responsabilidade social empresarial ganhou

impulso na década de 90, devido ação de entidades não governamentais, especificamente

entidade do TERCEIRO SETOR e empresas sensibilizadas para a responsabilidade social. Mas

ainda é muito tímido este apoio, basta comparar o incentivo com o de outros países.

A Responsabilidade Social é de todos! O cidadão precisa SER mais solidário com o

próximo, em vez de querer TER mais em detrimento ao próximo, raiz de todos os males,

inclusive da violência e da corrupção. O momento é de reflexão e ação para construir um

Brasil melhor, como o exemplo deixado pelo herói AYRTON SENNA: “EU AJUDO A

CONSTRUIR UM BRASIL MELHOR” que Viviane Senna, sua irmã vem cumprindo e

honrando com eficiência o seu ideal na formação e Educação de jovens no Brasil.

Alderico Sena – Especialista em Gestão de Pessoas

– www.aldericosena.com –aldericosena@hotmail.com

Arquivos Recentes