O Empreendedor tem que ousar e acreditar

O empreendedor deve desenvolver um conjunto de novas técnicas, com a finalidade de complementar o seu próprio complexo pré-existente de capacidade técnica. Estas técnicas são primordialmente, interpessoais e de liderança. O empreendedor tem que ser ousado, prever limite de tempo e da necessidade por um comportamento significativo, orientado em função de metas altamente especifica, é o que diferencia o administrador bem sucedido do mediano. O desenvolvimento de técnicas administrativas com foco, pela formulação de objetivos e estratégias, proporciona instrumentos para atingir uma compreensão relativa às limitações de tempo e ao comportamento dirigido à consecução de objetivos, em função das realidades organizacionais.

Para um empreendedor ter sucesso precisa possuir técnicas de cunho conceitual e visão de futuro. A ousadia, o profissionalismo e a qualidade são fatores básicos para um negocio e obter sucesso no mercado. Todos os grandes empreendedores, bem sucedidos, demonstraram em todos os momentos das suas trajetórias, coragem, determinação e comprometimento com as causas e os desafios que abraçaram. No entanto, isso não é tudo, o empreendedor que alcança sucesso necessita além de saber gerir o negócio, precisa também de reunir, uma algumas habilidades pessoais e a elaboração de um planejamento estratégico para definir a missão do empreendimento, sem o qual não alcançará boas referências e clientela no mercado. O empreendedor precisa também ter características pessoas para o engrandecimento do negocio, tais como: Criatividade – É à base da modernização de qualquer sociedade; Abstinação – Ninguém chega ao pódio se não tiver ousadia e sonhar; Desafio – O empreendedor tem que acreditar e é os desafios, que levam o “Homem” alcançar vitórias e Equilíbrio – Em qualquer atividade humana, existe os pros e os contras. Mas o empreendedor que possui equilíbrio sabe conduzir o processo e ressurge das próprias cinzas.

Coragem – O verdadeiro empreendedor é ousado e determinado e consegue derrubar os fluidos negativos. Este é capaz de abrir mão de sua vida pessoal em detrimento do negócio. Paixão – Todo bom empreendedor tem um DNA, dentro de si, chamado idéias e ideais. Ele acredita e visa o prazer, a vitória, o lucro e a responsabilidade social. Um dos fatores da falta de um maior número de empreendedores no Brasil é a carência de unidades de ensino que possua a disciplina empreendedorismo. Notáveis de diferentes setores da economia concordam que o instrumento educação é o caminho mais adequado a ser investido na busca pela geração de empregos e melhor distribuição de renda. Dentro desse patamar a inclusão da matéria empreendedorismo, inclusive o cooperativismo nos currículos da rede de ensino, deve ser prioritária. É bom lembrar que a disciplina qualifica melhor o aluno para os desafios do mundo globalizado, bem como conscientizará os alunos que empreender não é só ganhar dinheiro visando o lucro, mas, sobretudo internalizar a importância da ética e da responsabilidade social.

Vocação e profissionalismo são as ferramentas adequadas para o sucesso dessa juventude no mercado de trabalho, cada dia mais exigente de conhecimentos e amor a causa. Como aprendiz do meu eterno Mestre Norberto Odebrecht, onde tive o privilegio de conviver e ser um mensageiro do comprometimento com o trabalho, às instituições onde prestei e continuo prestando gratificantes serviços. Dr. Norberto foi e continuará sendo, referência e exemplo nacional e internacional de Empreendedor de sucesso. Por este motivo, aconselho em especial o jovem com visão empreendedora para adquirir o Livro escrito pelo Professor Antônio Carlos Gomes da Costa “SER EMPRESÁRIO: O Pensamento de Norberto Odebrecht” e consultar o Gloogle a Monografia “A filosofia de gestão aplicada pelo empresário Norberto Odebrecht na Organização Odebrecht”, quando da conclusão do meu curso de Especialização em Gestão de Pessoas, onde meu FOCO principal foi o de prestar uma singela homenagem em vida ao meu Mestre no dia 26 de março de 2012 na sede da Odebrecht na Avenida Paralela.

Neste epílogo fecho este artigo com uma mensagem do Mestre. “Ser empresário não é apenas uma escolha profissional, um mero exercício de um tipo de atividade ou ocupação no mundo do trabalho. É uma básica diante da vida, uma opção por torna-se fonte de atos geradores de riqueza material e moral”, NORBERTO ODEBRECHT.

Alderico Alves Sena – Bacharel em Teologia, Sociedade e Política e Especialista em Gestão de Pessoas – aldericosena@hotmail.com

Arquivos Recentes