Quem não gosta de política é governado por quem gosta

Quem não gosta de política é governado por quem gosta

Publicado: 17 Setembro 2014 – www.noticialivre.com.br

O desinteresse e a despolitização da sociedade pela política comprova a escassez de lideranças no Brasil. Nem mesmo associados de Sindicato, Federação, Condomínio, Conselho de Classe, Cooperativa, Associação de bairro, dentre outros segmentos da sociedade, não participam de forma efetiva de Assembleias Gerais para discutirem, combaterem, debaterem e defenderem propostas econômicas, sociais e políticas da comunidade e do País. Qual a expectativa das gerações que virão daqui a 20 (vinte) anos, desde quando os interesses individuais e não o coletivo é que tem prevalecido?

Uma das formas de aparecer novas lideranças políticas é com as reformas no ENSINO e na POLÍTICA com financiamento público de campanha, amarrando critérios básicos, onde todo candidato possa ter direitos de igualdade de condições. Defendemos que a divulgação dos candidatos deva ser apenas pela mídia (falada, televisada e escrita) com repasse de recursos direto do TSE para MÍDIA, visando bloquear qualquer tipo de CORRUPÇÃO, PRIVILÉGIO E PODER. Como também defendemos a Revisão Constitucional e o Parlamentarismo.

Não temos mais Partidos políticos de esquerda, centro esquerda, direita, Centro direita e de centro, hoje no Brasil existem trinta e dois partidos, criar Partido Político virou balcão de negócios.

As mudanças morais, sociais, culturais, econômicas e políticas só ocorrerão quando o eleitor colocar em prática uma mudança de atitude e exigir do político e do governante o respeito à Constituição e as Leis. Outra questão muito importante, os Poderes Constituídos estão fragilizados e impotentes, esta é uma das razões para uma REVISÃO CONSTITUCIONAL.

É preciso acabar com a cultura “do que é dando que se recebe” político não é para dar nada a ninguém, ele é eleito para representar o povo e o Brasil. À sociedade precisa entender que o instrumento da sabedoria, ideias e projetos é que beneficia a coletividade na educação, saúde, segurança, transporte, geração de emprego, melhor distribuição de renda, dentre outros benefícios, onde poderemos coibir com ATITUDE, as desigualdades sociais.

Eleitores pensem no amanhã das crianças e apliquem a CPI DO ELEITOR, que é o voto consciente para expurgar a ingerência de maus políticos nos PODERES EXECUTIVO, LEGISLATIVO E JUDICIÁRIO. QUERER É PODER COM AÇÃO E NÃO OMISSÃO. Vamos iniciar uma cultura nova de VOTARNO SER E NÃO NO TER do candidato, visando o NÓS e não o EU.

O problema do Brasil não é econômico, é social, são muitos com poucos e poucos com muitos recursos. Com bons políticos o próximo Presidente da República e Governadores passarão a contar com um CONGRESSO NACIONAL e Assembleias Legislativas compostas de homens livres e de bons costumes para analisarem e aprovarem os investimentos necessários, visando o crescimento dos Estados e do Brasil.

Precisamos acabar com essa história de que na política só tem corrupto/corruptor e que a política não tem mais jeito! O jeito quem tem que dá é cada eleitor, considerando que nem todas as pessoas são iguais, é só conhecer a história de vida dos candidatos. Quem alimenta a corrupção na política é o corruptor, quando o eleitor troca o voto por um favor pessoal, elege um candidato corrupto e prejudica milhões de brasileiros, inclusive a sua família, caráter não tem preço.

O momento é de reflexão e ação, considerando que o representante da cidadania, a escolha é do eleitor e também “O cidadão que não conhece os seus direitos, não tem o direito de lutar por eles”, escreveu Ruy Barbosa.

Dia 5 de outubro, eleitores cumprirão seu dever cívico para eleger o Presidente, Governadores, Senadores, Deputados Federal e Estadual, nos 5.564 municípios brasileiros. O Brasil que todos sonham não depende só dos políticos é preciso também à consciência política de cada eleitor. Este é o momento ideal de aplicar a CPI DO ELEITOR para expurgar os maus políticos.

Eleitor chegou a hora de separar “O JOIO DO TRIGO” utilizando a estratégia de não anular e nem votar em branco para não passar cheque em branco a candidato inescrupuloso. O pior analfabeto é o analfabeto político, ele não sabe que o preço do alimento, educação, saúde, remédio, segurança, transporte, habitação, afinal todas as necessidades do ser humano dependem de decisões políticas.

Lembramos que o acompanhamento e o controle do mandato do governante e dos políticos não são somente dos órgãos fiscalizadores é também uma responsabilidade do eleitor, basta consultar os procedimentos no site: www.portaldatransparencia.gov.br.

O Movimento dos Aposentados, Pensionistas e Idosos do PDT- Partido Democrático Trabalhista, convida a Sociedade para defender com mais vigor, o Movimento das Reformas MORAL, ENSINO E A POLÍTICA com financiamento público de campanha, a exemplo dos Movimentos Estudantil de 68 e das Diretas Já em 84, como única alternativa de resgatar e MORALIZAR OS TRÊS PODERES CONSTITUÍDOS NO BRASIL.

Eleitor quem não gosta de política é governado por quem gosta. Pare, pense e vote consciente, visando às futuras gerações.

Alderico Sena - Especialista em Gestão de Pessoas, Coordenador de Pessoal da Assembleia Estadual Constituinte/89, Presidente Estadual e Vice Nacional do Movimento dos Aposentados, Pensionistas e Idosos do PDT- Partido Democrático Trabalhista.

Arquivos Recentes